,

Pinhão-roxo (Jatropha gossypifolia)

Disponibilidade:

4 em estoque


Compartilhe!

  • Mudas enraizadas com cerca de 25 a 30cm
  • Embalagem 100% segura

R$ 25,00 em até   2x de R$ 12,80

4 em estoque

Consulte o prazo estimado e valor da entrega.

Não sei meu CEP
Parcelamento
1x de R$ 25,00 SEM JUROS
2x de R$ 12,80

Compartilhe!

Pinhão-roxo, Jatropha gossypifolia, é muito conhecido pelos quintais e campos brasileiros – e também muito usado na medicina popular e agora, para matar as larvas de Aedes aegypti.
Toda planta tem vários nomes populares e, o pinhão-roxo também é conhecido como pinhão-de-purga, pinhão-paraguaio e pinhão-bravo.

Propriedades medicinais do pinhão-roxo
Esta planta tem qualidades medicinais adequadas para o tratamento de diabetes, diarreia, dores estomacais, hemorroidas, hidropsias, hipertensão, neoplasias, queimaduras, reumatismo e úlceras pépticas.

Na medicina popular, pinhão-roxo é usado como purgativo, propriedade devida aos glicosídios presentes na casca da semente que estimulam a musculatura gastrointestinal.

As qualidades medicinais do pinhão-roxo o incluíram na Relação Nacional de Plantas Medicinais de Interesse ao SUS (Renisus) refletindo o interesse do Ministério da Saúde na confecção de produtos fitoterápicos com base nesta planta.

Porém, pinhão-roxo é planta tóxica por conter toxalbumina no fruto e nas folhas. A toxalbumina produz sintomas como náuseas, vômitos, cólicas abdominais, diarreia mucosa e sanguinolenta, até dispneia, arritmia e parada cardíaca. Também seu látex (leite) e os espinhos podem causar, em pessoas sensíveis, dermatites de contato.

Mas, o chá das folhas de pinhão-roxo também é usado para lavar feridas abertas pois tem ação antisséptica e cicatrizante e, o seu látex, ao ser pingado sobre um corte, tem a propriedade de estancar o sangue ajudando na rápida cicatrização.

Controle de larvas do Aedes aegypti com chá de pinhão-roxo
Uma pesquisa realizada pelo Departamento de Biologia da Universidade Estadual do Piauí determinou a eficácia do chá de folhas do pinhão-roxo no controle das larvas do Aedes aegypti.

Segundo os pesquisadores, o estudo iniciou em 2013, continua em fase experimental e seu objetivo é determinar a melhor maneira de se usar, de forma extensiva, o chá de pinhão-roxo, planta muito abundante no Piauí, para fazer o controle das larvas de mosquitos nas regiões urbanas. Já foi comprovada a eficiência do chá das folhas de pinhão-roxo na morte das larvas.

REF: LP-00057 Categorias: , Tags: ,
Peso 800 g
Dimensões 16 × 11 × 2 cm

Compartilhe!

Pinhão-roxo, Jatropha gossypifolia, é muito conhecido pelos quintais e campos brasileiros – e também muito usado na medicina popular e agora, para matar as larvas de Aedes aegypti.
Toda planta tem vários nomes populares e, o pinhão-roxo também é conhecido como pinhão-de-purga, pinhão-paraguaio e pinhão-bravo.

Propriedades medicinais do pinhão-roxo
Esta planta tem qualidades medicinais adequadas para o tratamento de diabetes, diarreia, dores estomacais, hemorroidas, hidropsias, hipertensão, neoplasias, queimaduras, reumatismo e úlceras pépticas.

Na medicina popular, pinhão-roxo é usado como purgativo, propriedade devida aos glicosídios presentes na casca da semente que estimulam a musculatura gastrointestinal.

As qualidades medicinais do pinhão-roxo o incluíram na Relação Nacional de Plantas Medicinais de Interesse ao SUS (Renisus) refletindo o interesse do Ministério da Saúde na confecção de produtos fitoterápicos com base nesta planta.

Porém, pinhão-roxo é planta tóxica por conter toxalbumina no fruto e nas folhas. A toxalbumina produz sintomas como náuseas, vômitos, cólicas abdominais, diarreia mucosa e sanguinolenta, até dispneia, arritmia e parada cardíaca. Também seu látex (leite) e os espinhos podem causar, em pessoas sensíveis, dermatites de contato.

Mas, o chá das folhas de pinhão-roxo também é usado para lavar feridas abertas pois tem ação antisséptica e cicatrizante e, o seu látex, ao ser pingado sobre um corte, tem a propriedade de estancar o sangue ajudando na rápida cicatrização.

Controle de larvas do Aedes aegypti com chá de pinhão-roxo
Uma pesquisa realizada pelo Departamento de Biologia da Universidade Estadual do Piauí determinou a eficácia do chá de folhas do pinhão-roxo no controle das larvas do Aedes aegypti.

Segundo os pesquisadores, o estudo iniciou em 2013, continua em fase experimental e seu objetivo é determinar a melhor maneira de se usar, de forma extensiva, o chá de pinhão-roxo, planta muito abundante no Piauí, para fazer o controle das larvas de mosquitos nas regiões urbanas. Já foi comprovada a eficiência do chá das folhas de pinhão-roxo na morte das larvas.

Com base na análise de 0

0.0 Macacão
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar o “Pinhão-roxo (Jatropha gossypifolia)”

Não há avaliações ainda.

CARRINHO DE COMPRAS

close
Atendimento via WhatsApp
Enviar via WhatsApp